"O poder da web está em sua universalidade.
Acesso para todos, independente de deficiência, é um aspecto essencial."
Tim Berners-Lee, inventor da World Wide Web

Logo do projeto sobre um fundo com pessoas diversas usando dispositivos de acesso a web.

Você está em:   Página Inicial   >   Acessibilidade na Web

ACESSIBILIDADE NA WEB


Todo profissional qualificado para desenvolver websites utiliza princípios de design que tornam o site funcional e fácil de navegar, ou seja, usa princípios de usabilidade.
Além de visualmente atraente, um website deve ser simples, intuitivo e permitir que os usuários acessem a informação rápida e facilmente.
Um website acessível vai um pouco além.


O Que é Um Website Acessível?


“Para a maioria das pessoas a tecnologia torna a vida mais fácil. Para uma pessoa com necessidades especiais, a tecnologia torna as coisas possíveis." Jorge Fernandes e Francisco Godinho *


Foto de uma pessoa navegando por um site acessível no computadorA proposta de um website (ou qualquer outra mídia digital) bem concebido e acessível é a de beneficiar as pessoas com necessidades especiais, dando-lhes autonomia e permitindo que elas não só utilizem, mas também contribuam com a web.

Sua flexibilidade beneficia igualmente pessoas idosas, aquelas não fluentes na escrita de um idioma, pessoas com conexões lentas, ou usuários de tecnologias ultrapassadas, internautas novos ou pouco frequentes, usuários de telefones móveis, indivíduos com limitações temporárias, entre outros.

Um website com adequado contraste de cores e com opção para alternância de tamanho da fonte beneficia igualmente o indivíduo com baixa visão, com a visão comprometida pela idade e quem faz uma busca em seu celular à luz do sol, por exemplo.


*Francisco Godinho é coordenador do Centro de Engenharia de Reabilitação e Acessibilidade (CERTIC);
Jorge Fernandes faz parte da equipe Acesso da UMIC - Agência para a Sociedade do Conhecimento, a qual desenvolveu a ferramenta AccessMonitor de avaliação de acessibilidade face às WCAG2.0.


Acessibilidade é um Direito e um Dever


Desde 2004, um Decreto Federal (nº 5.296) torna obrigatório que todos os portais e sites dos órgãos da administração pública atendam aos padrões de acessibilidade digital. Depois disso, vários decretos, portarias e até uma lei – a Lei de Acesso à Informação Nº 12.527, de novembro de 2011 - trataram do tema, abrangendo todos os sites e não apenas os governamentais. No dia 06 de julho de 2015 foi sancionada a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Lei 13.146) que torna obrigatória a acessibilidade nos sítios da internet mantidos por empresas com sede ou representação comercial no País ou por órgãos de governo. Mas, mesmo existindo a legislação, isso não foi suficiente para que de fato a situação tenha sido resolvida até hoje.


Alguns Benefícios da Acessibilidade na Web


  • Maior valor agregado à empresa e fortalecimento da sua marca;
  • Melhoria de performance e de usabilidade, criando vantagem competitiva;
  • Ampliação e diversificação de público;
  • Fidelização de usuários e clientes;
  • Maior visibilidade em buscadores como Google, Bing etc.;
  • Facilidade e menor custo na manutenção de conteúdo;
  • Aumento de compatibilidade com todos os dispositivos, plataformas, sistemas e navegadores;
  • E muitos outros.

Um site acessível nem sempre exige um investimento alto.
Poucos recursos podem fazer uma significativa diferença para sua compreensão, leitura e navegação.


Para saber mais:

Capa da Cartilha de Acessibilidade da W3C CARTILHA DE ACESSIBILIDADE NA WEB
W3C BRASIL
FASCÍCULO I
FASCÍCULO II

W3C - World Wide Web Consortium
Escritório do Consórcio W3C no Brasil
Recomendações de Acessibilidade para Conteúdo Web ou Web Content Accessibility Guidelines (WCAG) 2.0
e-MAG - Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico
Portal Acessibilidade Legal


Para mais informações e orçamento, clique aqui